Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

14/Destaques/grid

Home Layout Display

Posts Title Display

404

We Are Sorry, Page Not Found

Home Page
Ex-aliados e parceiros por anos na gestão da prefeitura de Casa Nova, agora, parece que o ex-prefeito Wilson Cota desbanca qualquer expectativa de estar aliado ou não ao gestor que o sucedeu, Wilker Torres.

Nos últimos meses, as farpas da ex-primeira Dama com asseclas do prefeito e até comentários do atual gestor, acerca de embates com Joelma Cota e o ex-prefeito Wilson Cota, deixam evidenciado um racha entre ambos e a confirmação de que o grupos do ex-prefeito Wilson Cota e outros políticos estão se alinhando para uma nova disputa à prefeitura de Casa Nova no ano que vem.

Fortes políticos como o deputado Zó (PCdoB), Isaac Carvalho – Ex-prefeito de Juazeiro, o Deputado Roberto Carlos (PDT), lideranças políticas locais e comerciantes influentes na cidade, se reuniram nos últimos dias e tem tentado traçar uma aliança para concorrer ao pleito de 2020.

“Estamos sempre dialogando e pensando no futuro de Casa Nova. Foi com esse propósito que hoje me reuni com os deputados Roberto Carlos e Zó, além do assessor do governador Isaac Carvalho, oportunidade que tratamos de diversas demandas de nossa cidade. Quero aqui também registrar a presença de Galdino Araujo que tem demostrado o mesmo pensamento em favor de Casa Nova”. Disse o ex-prefeito em publicação no Facebook.

Wilker, que consegui eleger o irmão TUM como deputado, filho de Casa Nova, quiça não se elegesse seria fracasso, pois, o deputado que se dizia ser filho de Casa Nova nos últimos anos negou suas origens, de acordo com Portal Casa Nova, segundo informações de casanovenses sequer os recebia em seu gabinete em Salvador, se elegendo na Câmara Federal, porém como pequena expressão em Casa Nova, vê o prefeito, a sua gestão ficar ao “léu”, caso não consiga provar aos casanovenses que merece mais um voto de confiança daqueles que o elegeram para tentar resolver os problemas de Casa Nova e região, que não são poucos.

Difícil fica analisar este cenário-político local, pois, quem se une na oposição são figuras da política  já conhecido dos casanovenses e que tiveram oportunidade de provar e fazer história no município – se reeleger, pois, desde que fundada a nova Casa Nova nenhum prefeito até então conseguiu tal anuência da população.

Haja reuniões, discussões, conversas, alianças, daqui para o ano vindouro muita coisa pode acontecer.