Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

14/Destaques/grid

Home Layout Display

Posts Title Display

404

We Are Sorry, Page Not Found

Home Page
O deputado Tum (PSC) apresentou à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) quatro indicações que visam a implantação de torres de telefonia em comunidades rurais do município de Casa Nova, no Norte baiano. O pleito é endereçado ao governador Rui Costa e ao secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti.

Em uma indicação, Tum requereu a antena de telefonia móvel para o distrito de Bem Bom, onde o equipamento beneficiará localidades circunvizinhas, tais como Barracas, Bumbá, Brejo, Caraíbas, Caroá, Jatobá, Ferros, Juá, Serra das Imagens, Para Rural, Ponta da Serra, Quixaba e Varginha. Ele explicou que a região de Bem Bom reúne cerca de 4 mil famílias em uma área considerada de excelência em fruticultura, sobretudo na produção de frutas como uva, melão, goiaba, entre outras potencialidades.

“O telefone celular é o principal meio de comunicação da atualidade e possibilita a integração das pessoas em qualquer lugar do mundo. Contudo, milhares de moradores das comunidades rurais de Bem Bom, município de Casa Nova, necessitam e almejam ansiosamente a chegada e instalação desses equipamentos”, afirma o deputado.

A segunda indicação reivindica uma torre para o distrito de Pau a Pique; nesse caso, as comunidades rurais atendidas no entorno seriam Barra da Cruz, Carnaubal, Juá, Leite 1 e 2, Lagoa Fechada, Lagoa Grande, Olho D´Água, Salininha e São Paulo do Saca. A população sem acesso à telefonia móvel na região é estimada em 7 mil habitantes.

Uma terceira indicação visa atender o distrito de Barragem, também no município de Casa Nova, com a estimativa de alcançar 3 mil pessoas residentes em localidades vizinhas como Barra do Serrote, Boa Vista, Baixão, Cacimbinha, Jiboia, Lajedo, Lagoa Formosa, Lagoa Comprida, Macambira, Mundo Novo e Planta.

A quarta indicação protocolada na ALBA pelo deputado tem o objetivo de atender o distrito de Lagoa do Alegre, alcançando as comunidades rurais de Água Fria, Batateira, Bonfim, C de Cima, Garapas, Brejão, 56, Melosa, P de Colher, Santa Cruz, São Bento, Salina-Amaro e Veneza. No total – estima Tum – cerca de 3,5 mil pessoas devem ser beneficiadas com a chegada da tecnologia que promoverá o uso efetivo do celular. “Isso trará facilidade de localização, de transações comerciais e da própria autonomia dos povoados que venham a ser beneficiários. Ainda assim, destacamos também as situações de emergência cujo uso da telefonia móvel rural faz uma enorme diferença nas providências a serem tomadas”, argumenta.