Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

14/Destaques/grid

Home Layout Display

Posts Title Display

404

We Are Sorry, Page Not Found

Home Page
Danilo Garcia de Andrade, que era advogado de Najila Trindade, disse na noite desta segunda (10) que deixou o caso e não representará mais a mulher que acusa Neymar de estupro.

"Devo me tirar do processo", afirmou Andrade. "Sim, estou anunciando oficialmente nesta entrevista [...] Não sou mais advogado de Najila", ele declarou ao SBT.

Segundo o UOL, Andrade disse que tomou a decisão após a cliente o acusar de planejar um arrombamento em seu apartamento e de roubar o tablet onde estaria um vídeo que mostraria o segundo encontro dela com Neymar, em Paris.

Andrade esteve na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, em São Paulo, na tarde desta segunda-feira (10).

Ele disse para a delegada Juliana Lopes Bussacos que deixaria o caso se a sua cliente não entregasse celular ou tablet com o vídeo até a meia-noite. Quando Bussacos deixou a DDM, às 20h30, nada havia sido entregue.

A mulher registrou boletim de ocorrência, no último dia 31, acusando o jogador de estuprá-la no dia 15 de maio em um hotel em Paris . Ela afirmou ter imagens que comprovariam isso em seu tablet.

"Vim informar à delegada que eu não tenho o celular, nem o tablet. Ela [Najila] tem até meia-noite de hoje para entregar à delegada ou para mim. Eu me comprometi a trazer. Se não fizer isso até meia noite, eu deixo o caso. Não tem como defender uma pessoa que não entrega suas provas", disse Andrade mais cedo.

Em depoimento na sexta-feira (7), no prédio da 6ª DDM, em Santo Amaro, zona sul de São Paulo, Najila prometeu entregar o aparelho celular nesta segunda-feira. Ela pediu prazo para salvar arquivos e agenda.

A gravação de sete minutos seria a íntegra de um trecho de pouco mais de um minuto, que vazou na última quarta-feira e mostra uma briga entre ela e o jogador no hotel

Em entrevista ao SBT na última quarta, a modelo diz que atraiu Neymar para filmá-lo no segundo encontro e comprovar que havia sido estuprada e agredida pelo atacante no dia anterior (15 de maio).

Em seu celular, que é aguardado pela polícia, a modelo também diz que há fotos e prints de conversas com Neymar e com uma amiga, com quem teria conversado sobre o que ocorreu entre ela e o jogador em um quarto de hotel em Paris.

Danilo foi o primeiro advogado que se apresentou à delegada Bussacos. Antes dele, a modelo contratou José Edgard da Cunha Bueno Filho que, em vez de procurar a polícia, sugeriu buscar um acordo diretamente com Neymar.