Theme Layout

Theme Translation

Trending Posts Display

14/Destaques/grid

Home Layout Display

Posts Title Display

404

We Are Sorry, Page Not Found

Home Page

Um boato divulgado em redes sociais, com ameaças a duas escolas municipais da cidade de Casa Nova, no norte da Bahia, deixou a população aterrorizada e as aulas foram suspensas no dia de ontem (28). O vereador Uilian Pereira (MDB) ocupou a tribuna da Câmara Municipal na noite de ontem (29) para falar da situação.
Desde ontem [segunda-feira] à noite e hoje pela manhã fomos bombardeados pelas redes sociais com suposto atentado nas escolas municipais de Casa Nova, em especial a Escola Julia Borges e Odete Viana“, disse o vereador. Um suspeito de divulgar mensagens ameaçadoras foi detido pela polícia, segundo a assessoria da Prefeitura.
Mesmo se tratando de boato, mas que nem por isso pode se descuidar da segurança, destacando a atuação do prefeito Wilker Torres, que percorreu escolas, esteve pessoalmente na Delegacia de Polícia Civil na Companhia da Polícia Militar, solicitando reforço na segurança, o vereador pediu à Câmara e a seus pares que se envolvam, que se coloquem à disposição para os alunos e professores se sintam amparados e protegidos.
É preciso que a gente pense uma forma efetiva (de melhoria na segurança), porque isso vem sendo costumeiro em outras cidades. Recentemente em Suzano em São Paulo houve aquela tragédia, em Petrolina houve ameaças e ontem foi em Casa Nova. Para o professor, que já sofre na luta diária do dia a dia, ainda mais traumatizante ele ter de ir para a escola assombrado e com medo“, destacou ele lembrando que “tivemos as aulas suspensas no dia de hoje por conta do medo que tomou a comunidade.
O caso
Desde a segunda-feira (27), circula nas redes sociais de Casa Nova, cópias de postagens em Facebook e WhatsApp ameaçando estudantes de morte. O medo tomou conta da comunidade estudantil, provocando a suspensão das aulas nas duas escolas. O suspeito detido, supostamente autor das postagens, teria sido aluno da Escola Odete Viana. De acordo com a Prefeitura, o prefeito Wilker Torres já solicitou informações do andamento das investigações, além de pedir reforço na segurança.